Zona Obscura - Vigésimo quinto

13:54:00 8
Aviso: Linguagem imprópria

25 - A Visita Do Caronte*

  Raven encarava aquela mulher que a olhava com os olhos a rodar incontrolavelmente nas órbitas.
  - Quem és tu?
  Uma gargalhada, que enche o jardim assustando os pássaros nas árvores, ecoa da garganta da louca.
  - Eu sou a Alice Yoru, idiota!
  - É suposto eu saber o que isso significa?
  - 'Tás a provocar-me? Hã?!
  - Lamento mas não perco o meu tempo com pessoas como tu.
  Os olhos de Alice abrem-se à medida que o sorriso aumenta.
  - A Raven vou matar, vou matar, vou matar! - Um tiro é disparado da direção de Raven que se desvia facilmente.
  - Não sei quem és nem o que queres mas estás a enervar-me seriamente.
  - Isso, isso! Mais raiva, mais ódio! Eu quero tanto matar-te!
  - Muito bem, realizarei o teu desejo. Mas vamos para outro lado. Não quero sujar a estrada com o teu sangue imundo.
  - Idiota! O teu sangue é que vai jorrar que nem uma fonte.

  As duas mulheres afastam-se para um sitio onde se encontrava um comboio abandonado e entram lá dentro. Em momento algum desviaram os olhsres uma da outra.
  No corredor que separava os bancos do lado direito e esquerdo as duas serial killers procuravam uma abertura nas defesas da inimiga.
  Um corvo grasna do lado de fora e elas jogam-se uma na outra.
video
(Raven como Canaan, a de cabelo barnco, e Alice como Alphard, morena.)
  Heiki Hanyou encontrava-se escondida atrás de uma árvore perto do local da luta.
  As suas emoções convergiam entre a excitação e o nervosismo.
  Estava a adorar aquele espectáculo. Duas serial killers ditas como violentas e invencíveis a confrontar-se pelo simples prazer da luta. Apesar de estarem ambas em condições equivalentes a diferença vinha do facto de Alice Yoru não se importar nem com a sua própria segurança, o único propósito era matar Raven o resto seria apenas uma pedra no sapato.
  O sorriso de deleite de Heiki aumentava à medida que a luta se prolongava.
  - Só espero que a Sam não descubra que fui eu.
  - Não descubro o quê? - A voz da Informadora soa por detrás da vendedora de armas.
  - Sam!
  - Então foste tu que incitaste isto sua sádica de merda.
  - Vá lá, não sejas cruel. Olha como é lindo, todo aquele sangue. - Os olhos de Heiki brilhavam.
  - Gostas de ver sangue não é? Que tal veres o teu? - Uma arma é apontada à cabeça de Heiki.
  - Desculpa mas estás a confundir sádica com suicida. Além disso devias preocupar-te com elas, estou a sentir o climax.
  As duas mulheres olham para a carruagem abandonada.
  As serial killers estavam cansadas, feridas e quase inconscientes, lutavam apenas com a força dos seus instintos. Ambas conseguem meter a mão às armas à muito esquecidas no chão. A luta terminava como começara. Os dedos estavam postos no gatilho e prontos a disparar. Os segundos passavam e...

*Barqueiro que leva as almas para o Inferno

8 Comentários de "Zona Obscura - Vigésimo quinto"

avatar

simplesmente brutal senpai :O adorei

avatar

OHHHHHHH 'o' Altamente altamente!!!
Como a Ana-chan, eu ADOREI >.<

avatar
C.CMod

Pode-se dizer que eu tenho talento XD

avatar
C.CMod

Obrigado. Fiz o meu melhor =)

avatar

Ah tipo: amei! =)
Ah luta foi algo, niveis equivalentes, lutem ate cansarem.
Gostei C.C-chan! \0/
A Yoru e a Raven estão se acabando.... kkkk continue...

avatar

Waaaaaaaaaaaaaaaaah que emocionante!
Vibrei com a luta aqui! *oo*
OMG Alice tão maníaca :3
E Heiki perfeita como sempre, sabe como tenho uma grande simpatia por esta personagem! <33

avatar
C.CMod

Tu pediste uma grande luta entre ti e a Raven. Tentei fazer o meu melhor (o vídeo foi difícil).
Espero que tenha ficado como esperavas.

avatar
C.CMod

A Alice é louca e vive para matar. A Raven foi o paraíso para ela pois finalmente encontrou uma rival à altura.
A Heiki não consegue resistir a um bom derramamento de sangue ^^