Uma escola especial - Segundo

11:18:00 6
By C.C

2
 Chegam à sala de estar. Sem quaisquer rodeios, Nala salta para cima da mesa de estar e grita:
 - Pessoal atenção. Quero apresentar-vos a Katya, a nossa nova colega.
 Quase toda gente olha na direção delas e seguidamente voltam aos seus afazeres.
 - São uns chatos. Não ligues. Vem, vou apresentar-te o nosso grupo.
 Katya é arrastada para o outro extremo da sala onde um grupinho estava reunido num círculo sentados em pufes.
 - Olá pessoal! - Sorri Nala.
 - Oi. - Dizem todos em coro.
 - Esta é a Katya. A miúda nova. Está no meu quarto.
 - Muito prazer. - Katya.
 - Eu apresento-os. Esta é a Lin, a Melly, a Flávi, a Mémé, a Jew, a Zahna, o Tatsu e o Hiron. - Eles levantavam a mão à medida que eram apresentados por Nala.
 Um rapaz aproxima-se deles.
 - E eu sou o Roger.
 - Roro! - Nala corre até ele e dá-lhe uma estalada a que chama afetuosa, mas na verdade é tudo menos afetuosa.
 - Sempre simpática Nala. - Comenta Roger sarcástico.
 - Sempre tecla 3 Roger.
 - Eu conheço essa! - Diz Katya.
 - Deves ser a única. - Roger.
 Ao longe Danny descia as escadas e aproximava-se deles.
 - Sempre vieste Dada. - Provoca Nala.
 Danny faz de conta que não ouve e chega-se a Mémé.
 - Já passaste os apontamentos? Eu queria o meu caderno de volta.
 - Estou quase a acabar. Só falta os da última aula.
 - Ok. Depois avisa.
 Danny vira costas e começa a afastar-se.
 - Já vais Danny? Ainda não superaste a tua crise de anti-socialismo? - Pergunta Roger na brincadeira.
 - Só por seres tu não vou comentar.
 - Claro! Se fosse eu já me tinha batido. Ela é tão má para mim! - Reclama Nala dramática a agarrar-se ao braço de Katya.
 - Ena Nala, a tua técnica de representação está a melhorar. - Comenta Jew.
 Nala sorri.
 Hiron e Tatsu faziam que estudavam mas na verdade tinham um tablet dentro dos livros e estavam a jogar.
 Zahna usava o telemóvel e estava no site da escola. Dá um grito.
 - Oh deus!
 - O que aconteceu? - Pergunta Mémé.
 - Uma coisa espetacular!
 - O que é? - Insiste Mémé.
 - Vai haver um casting para escolher seis pessoas para entrar num videoclip do Kagamine Len!
 - A sério? - Jew salta para cima do pufe de Zahna e agarra-se ao pescoço dela.
 - Sim. As inscrições são até daqui a três dias e qualquer membro da escola pode participar.
 - O que é preciso fazer para participar? - Pergunta Lin.
 - Inscrever-se, fazer o casting e depois o júri escolhe.
 - O casting consiste em quê? - Pergunta Flávi interessada.
 - Tens de inventar uma coreografia para uma das músicas dos Vocaloid à tua escolha. Tens 5 minutos para a apresentar.
 - Ena. De certeza que vai participar muita gente. - Afirma Katya.
 - Sim. Está aqui uma lista. Já só há vinte vagas.
 - Vinte?! Onde nos inscrevemos? - Flávi estava aflita.
 - Aqui no site.
 - Dá cá isso. - Flávi rouba o telemóvel a Zahna e começa a teclar os seus dados na ficha de inscrição on-line.
 - Vais participar Melly-san? - Pergunta Jew.
 Melly que até então escrevia no seu caderno olha na direção deles. Ela era uma escritora em ascensão. Estava a escrever o seu primeiro guião para um filme. Se o seu guião fosse o escolhido ela teria o direito de decidir os atores que o iriam protagonizar. Era o seu projeto de vida, aquele guião iria mudar tudo.
 - Desculpem, mas não tenho tempo. Além disso sei que a Flávi vai ganhar portanto...
 - Obrigado Melly-san. Eu vou indo, tenho uma música para escolher e uma coreografia para fazer.
 - Flávi devolve o telemóvel a Zahna e começa a correr em direção à escadaria que dá para os quartos.
 - Olha, acho que devias saber que o júri irá ser o Len, a Rin, o Kaito e a Miku. - Avisa Hiron sem tirar os olhos do tablet.
 - Como é que sabes isso Hiron-kun? Não vem escrito aqui. - Pergunta Zahna procurando no regulamento do casting.
 - Sabendo. - Responde indiferente.
 - Arigato Hiron-san! - Grita Flávi já das escadas.
 Roger e Danny estavam mais afastados do grupo a conversar.
 - Vais participar? - Pergunta Roger a Danny.
 Quando estava com ele, Danny era uma pessoa totalmente diferente.
 - Não sei. Não queria diminuir as hipóteses da Flávi. Ela gosta tanto do Len.
 - Ena ena. Ouvi bem? Tu preocupada com alguém. Que espetáculo.
 - Não gozes. Eu gosto delas só que aquela Nala tira-me do sério e ser filha de um general não ajuda.
 - Para mim isso são desculpas para não te aproximares das pessoas.
 - Talvez. Seja como for eu prefiro assim.
 - Sabes, acho que assustaste a coitada da miúda nova.
 - É, eu sei. Vou tentar falar com ela quando a Nala não estiver por perto.
 - Tu não gostas mesmo dela.
 - E só vou gostar no dia que ela me deixar em paz e parar de me chamar coisas estranhas.

6 Comentários de "Uma escola especial - Segundo"

avatar

Só mesmo na sua estória para estarmos todos juntos na mesma sala. :)
Seria uma doce realidade.
Hum... Achei bem madura e centrada minha personagem.
Achei também que captou bem a personalidade dos outros, com a Flavia e o Hiro-san...
Está muito interessante,C.C!

avatar

Mwahahaha louca e pulante eu sou assim! xD e Flavi parece me representar bem, =] adorei, Len *---,* Eu tenho que ganhar!!! Fight Flavi! Fight! xD lol uasuahs. Gostei da senpai, parece ser bem ela mesmo, os outros também são bem legais, estou curiosa para saber mais
beijinhos =]

avatar

Está fanstastica >..<
Estou super ansiosa pelo próximo capítulo,os personagens são brutais,personagens com quem diz XD
Quem me dera que uma escola dessas realmente existisse,seria um sonho a tronar-se realidade *-* T.T

avatar

O.o nossa bem interessante..gostei..continue C.C sua fin ta fantastica...

seria bom estudar em um anbient assim=D

avatar

A 2º parte da história está fantástica *.*
(Apareceu a Jew *-*)
Omedetou e continua!!

Sayonara!!
http://diario-anime.blogspot.com